Quinta-feira, 11 de Fevereiro de 2010

Incompatibilidade de Júlia Rodrigues

Após alerta de um leitor, fomos investigar e de facto concluímos que Júlia Rodrigues se encontra em violação da Lei no que refere à acumulação, ainda que em regime de não permanência, do cargo dirigente do Centro de Emprego de Mirandela, com o de Vereadora em Regime de Não Permanência na Câmara Municipal de Mirandela. 

 

Transcrevemos a Lei n.º 272004 que no seu artig 16º tem a seguinte redacção.

Artigo 16.º
Exclusividade e acumulação de funções

1 - O exercício de cargos dirigentes é feito em regime de exclusividade.
2 - O regime de exclusividade implica a incompatibilidade do cargo dirigente com quaisquer outras funções, públicas ou privadas, remuneradas ou não.
3 - Exceptuam-se do disposto no número anterior:

a) As actividades exercidas por inerência, bem como as resultantes de representação de departamentos ministeriais ou de serviços públicos;
b) A participação em comissões ou grupos de trabalho, quando criados por resolução ou deliberação do Conselho de Ministros;
c) A participação em conselhos consultivos, comissões de fiscalização ou outros organismos colegiais, quando previstos na lei ou no exercício de fiscalização ou controlo de dinheiros públicos;
d) As actividades de docência no ensino superior, bem como as actividades de investigação, não podendo o horário em tempo parcial ultrapassar o limite a fixar por despacho conjunto dos membros do Governo responsáveis pelas áreas da Administração Pública, da ciência e do ensino superior;
e) A actividade de criação artística e literária, bem como quaisquer outras de que resulte a percepção de remunerações provenientes de direitos de autor;
f) A realização de conferências, palestras, acções de formação de curta duração e outras actividades de idêntica natureza;
g) As actividades ao abrigo do artigo 32.º do Decreto-Lei n.º 73/90, de 6 de Março, do artigo 1.º do Decreto Regulamentar n.º 18/94, de 2 de Agosto, e do Decreto-Lei n.º 206/2003, de 12 de Setembro.

4 - Os dirigentes de nível intermédio podem ainda exercer outras actividades privadas, desde que autorizadas pelo membro do Governo competente e fundamentadas de modo a evidenciar a inexistência de conflitos de interesse, bem como a insusceptibilidade de comprometer ou interferir com a isenção exigida para o exercício do cargo.
5 - A participação dos dirigentes de nível superior em órgãos sociais de pessoas colectivas só é permitida quando se trate de funções não executivas ou em pessoas colectivas sem fins lucrativos, dependendo de autorização prévia do membro do Governo competente e desde que não se mostre susceptível de comprometer ou interferir com a isenção exigida.
6 - Em casos excepcionais, devidamente justificados com base no interesse do serviço, pode haver acumulação de cargos dirigentes do mesmo nível e grau, sem direito a acumulação das remunerações base.
7 - A participação dos dirigentes de nível superior nas situações previstas nas alíneas b) e c) do n.º 3 não pode ser remunerada.

 

E agora que fazemos Dr.ª Júlia??????

 

 

 

 

tags: ,
publicado por opinantes às 22:09
link do post | comentar | favorito
3 comentários:
De duarte lopes da silva a 12 de Fevereiro de 2010 às 20:57
lol!! só agora vieram com a incompatibilidade....
quando o dr. silvano era simultaneamente director do IEFP de Mirandela, provedor da Santa casa e vereador da oposiçao nunca se lembraram!!!!

Esta gente do PSD tem lata para tudo!!!


De Zurich a 13 de Fevereiro de 2010 às 15:35
A acumulação do Dr. Silvano já foi no século passado e que eu saiba, além das leis serem outras, não existia internet e muito menos blogs destes para falar dessa e de outras situações.
A Drª Júlia deve no mínimo esclarecer a situação com os seus superiores hierárquicos porque é o seu cargo como Directora que está em causa e não a sua função como vereadora da Câmara. Se superiormente for considerada compatível a actividade, a Câmara Municipal nada tem a ver com o assunto. Escusam é de ficar tão incomodados os apoiantes da Drª Júlia porque eu não acredito que, face às qualidades que lhe reconhecem, ela não tenha ponderado devidamente essa situação.


De Catarina a 11 de Fevereiro de 2010 às 23:01
Eh pa ate os opinantes estão preocupados com acumulação de funções.....parece-me que existe aqui mais alguma incompatibilidade extra hehe


Comentar post

.últ. comentários

Yessssssssss
Venho a expor que o clube não vale o que muita gen...
Ouve lá!!!! Aonde tens andando!!!!Já não é como e...
Porque será que os nossos amigos eruditas do litor...
Não vou comentar esta monstruosidade. Todavia não ...
Bom... que dizer disto!?!?!?É complicado ser suave...
Nõ podia estar mais de acordo com o Pedopsiquitra ...
PSP conclui que Leandro não se queria matarO perf...
Concordo em absoluto. Ainda há portugueses que se ...
"José Sócrates volta a negar aumento de impostos"H...

.pesquisar

 

.Abril 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


.posts recentes

. Já será altura de sair do...

. Não fomos embora, andamos...

. Deixem de desviar o que t...

. Que pensar disto...

. Diferença entre important...

. Temos de dar a independên...

. ...

. Solidariedade com a famil...

. Também já somos famosos!!

. Cavaco defende programa d...

.arquivos

. Abril 2013

. Dezembro 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

.tags

. todas as tags

.links

.mais comentados