Terça-feira, 19 de Janeiro de 2010

Regionalização, a nossa proposta

Uma vez que não é consensual as 5 regiões plano, para uma futura regionalização do nosso país, já alguém pensou num país com apenas 3 regiões?

Não seria mais equilibrado, mais solidário, mais económico, mais governável, um país com apenas 3 regiões?

Comparemo-nos com a nossa vizinha Espanha que tem já uma tradição regional muito antiga.

A Espanha tem 504.030 Km2, tem 46.063.511 habitantes e tem no 15 regiões continentais.

Em média a Espanha tem 33.602 km2 por Região, e cerca 3.070.000 habitantes por região.

Portugal tem 92.090 km2 e cerca de 10.600.000 habitantes.

Se nós regionalizarmos o país em 3 Regiões ficávamos com cerca de 30.000km por Região, cerca de 4.500.000 habitantes na região Norte, 3.500.000 na Região centro e cerca de 1.600.000 na Região Sul.

Dados os constrangimentos financeiros, a crise económica/financeira e a necessidade de gerir melhor os recursos, é importante aproveitar este momento para outras reformas também necessárias.

A par daquela "divisão" do país, deveríamos também já ordenar as autarquias de uma nova forma. Não faz sentido haver hoje o número de Freguesias que há e os seus órgãos compostos com a composição que tem, etc, etc.

As Câmaras Municipais têm hoje e terão no futuro país regionalizado um papel que pouco ou nada tem a ver com o papel que têm desempenhado. O paradigma está a mudar. A sociedade e a sua gestão estão a mudar. As distâncias esbateram-se ou já não existem. A função autárquica desejada pelos cidadãos é muito diferente dalguma que tem sido desempenhada pelas autarquias. Cada vez mais, devemos olhar não para o nosso umbigo ou para a árvore, mas sim para a floresta.

Se trabalharmos neste sentido, não estaríamos a construir um país mais equilibrado e sustentável?

Sr. Presidente da Câmara Municipal de Mirandela, Sr. Presidente distrital do PSD, Sr. Dr. Silvano, agarre esta ideia e "venda-a" como o Sr. sabe muito bem fazer.

Aos outros, pedimos que pensem nisto e defendam uma solução racional para o país.

 

 

publicado por opinantes às 17:17
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Quarta-feira, 16 de Dezembro de 2009

Da Pornografia das Subvenções

Em http://avenidacentral.blogspot.com/2009/12/da-pornografia-das-subvencoes.html

A RTP, televisão de Lisboa e do Porto que às vezes se lembra de dar notícias sobre o resto do país para ilustrar a província, recebe mais dinheiro dos nossos impostos do que a CP que gere os comboios de todo o país.

Os Metros de Lisboa e do Porto
recebem 40,5 milhões de euros. Enquanto isto, as populações de Mirandela, Amarante e Vila Real foram privadas da ferrovia.

A Carris e a STCP
recebem 74 milhões de euros enquanto as transportadoras públicas do resto do país não recebem nada.

As assimetrias são escandalosas e inexplicáveis. Olhando para isto só me apetece perguntar porque é que não vendem a RTP, privatizam a CP, Metros, Carris e STCP. Depois salve-se quem puder. Agora obrigarem-me a pagar os meus transportes em bilhetes e os dos outros em impostos é que não.

 

publicado por opinantes às 00:58
link do post | comentar | favorito

.últ. comentários

Yessssssssss
Venho a expor que o clube não vale o que muita gen...
Ouve lá!!!! Aonde tens andando!!!!Já não é como e...
Porque será que os nossos amigos eruditas do litor...
Não vou comentar esta monstruosidade. Todavia não ...
Bom... que dizer disto!?!?!?É complicado ser suave...
Nõ podia estar mais de acordo com o Pedopsiquitra ...
PSP conclui que Leandro não se queria matarO perf...
Concordo em absoluto. Ainda há portugueses que se ...
"José Sócrates volta a negar aumento de impostos"H...

.pesquisar

 

.Abril 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


.posts recentes

. Regionalização, a nossa p...

. Da Pornografia das Subven...

.arquivos

. Abril 2013

. Dezembro 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

.tags

. todas as tags

.links

.mais comentados